Navegue:
Westwing (WEST3) recua em plano de embarcar no mercado de turismo

Westwing (WEST3) recua em plano de embarcar no mercado de turismo

Negociações para adquirir a Zarpo Viagens foram descontinuadas, segundo a varejista

Westwing - Divulgação
Por:

Compartilhe:

Por:

Dois meses e meio após anunciar interesse em adquirir a Zarpo Viagens, uma agência de turismo online, a Westwing informou, em fato relevante publicado na noite de hoje (13), que cancelou as negociações.

O comunicado não deixa claro o motivo do fim das conversas, mencionando apenas o “não atingimento de consenso entre as partes em relação a elementos negociais e de governança”.

Assim, a empresa fica mais distante do plano de de ingressar no mercado de turismo e, com isso, ampliar sua presença no segmento de lifestyle, que vem sendo uma de suas grandes apostas.

Quando anunciou a potencial aquisição, em fato relevante de 28 de setembro, a companhia informou: “através dessa estratégia, continuamos nossa jornada de expansão de mercado endereçável que nos permite não só conquistar novos clientes através das sinergias comerciais entre as plataformas, como servir melhor ainda a base de mais de 9 milhões de usuários cadastrados na Westwing.”

A varejista citou ainda, no comunicado, que a Zarpo é uma das agências de viagens online que mais crescem no país, com mais de 6 milhões de clientes, como fator positivo para a aquisição.

À época, o mercado não reagiu bem aos planos da empresa: nos dois dias seguintes ao comunicado, as ações da Westwing tiveram queda de 21% e atingiram mínima histórica.

O papel fechou o pregão de hoje em alta de 0,54%, a R$ 3,74, na contramão do Ibovespa, que terminou o dia em baixa de 0,35%, aos 107.383 pontos.

Compartilhe:

Compartilhe: