Navegue:
Viveo (VVEO3) segue firme em aquisições com pacotão de R$ 365,5 milhões

Viveo (VVEO3) segue firme em aquisições com pacotão de R$ 365,5 milhões

Viveo anuncia novas aquisições e aumenta para R$ 1,4 bilhão o valor destinado a compras de outras companhias desde que abriu capital

Viveo

Foto: Reprodução/Facebook

Por:

Compartilhe:

Por:

A Viveo (VVEO3) continua firme em sua estratégia de crescer por meio de aquisições. Depois da compra da Azimut, anunciada em janeiro, a empresa divulgou que fechou acordos para adquirir outras cinco companhias por um total de R$ 365 milhões.

A lista de empresas recém-compradas inclui o Laboratório de Insumos Farmacêuticos Estéreis (Life), a Famap Nutrição Parenteral e a Aporte Nutricional (Famap, em conjunto), e a Hospshop e a Alminhana (PHD, em conjunto)

Com a compra da Famap e da Life, a Viveo pretende entrar no segmento de manipulação de soluções estéreis. Juntas, as empresas somaram R$ 58 milhões de Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em 2021.

A PHD atua na distribuição de produtos hospitalares, nutricionais e medicamentos e junto com as aquisições da Tecno4, Pointmed, Medcare e BEMK, divulgadas no ano passado, amplia o portfólio da Viveo nestes segmentos. A expectativa é de que a PHD acrescente R$ 17,5 milhões ao Ebitda da Viveo neste ano.

A compra da PHD e da Life precisa ser aprovada pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Veja a lista das aquisições da Viveo feitas desde sua estreia na B3:

Empresa Data do Anúncio Preço (R$ milhões)
Profarma e Cirúrgica Mafra 16/08/2021 900
Tecno4 e PS Distribuidora 18/10/2021 43*
Apijã, Laborsys, Macromed 12/11/2021 82*
Azimute Med 20/1/2022 38
Life, Famap e PHD 11/4/2022 365,5

*incluindo dívidas

Por volta das 11h05 (de Brasília), as ações da Viveo subiam 4,30%, para R$ 16,48. O valor está abaixo até mesmo do preço-alvo mais pessimista dentre cinco projeções coletadas pela Refinitiv.

Segundo dados disponíveis na plataforma TradeMap, estas instituições esperam que o valor da ação suba para, no mínimo, R$ 23 – o que equivale a um potencial de alta de 39,5% em relação aos níveis atuais.

Compartilhe:

Compartilhe: