Navegue:
Ultrapar (UGPA3) e Supergasbrás querem se unir na produção e envase de gás de cozinha

Ultrapar (UGPA3) e Supergasbrás querem se unir na produção e envase de gás de cozinha

Consórcio envolvendo a subsidiária Ultragaz foi encaminhado para aprovação do Cade e deve melhorar estrutura operacional e de custos

Tela de celular com o logo da Ultrapar na frente de papel com números

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A Ultrapar (UGPA3) fechou um contrato de compartilhamento de parte das operações e infraestrutura de GLP – mais conhecido como gás de cozinha – entre a sua subsidiária Ultragaz e a Supergasbrás Energia.

A aprovação do consórcio foi submetida ao Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), informou o grupo ao mercado na manhã desta terça-feira (12).

Com o negócio, a Ultragaz pretende aumentar a sua presença de 19 para 25 bases de engarrafamento, “proporcionando maior segurança de abastecimento nas regiões atendidas e melhores níveis de serviço, beneficiando clientes e revendedores”.

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

A empresa também afirmou que o acordo vai permitir “a captura de eficiências operacionais” e “otimização de investimentos”. O comunicado ainda informa que não haverá mudanças na operação comercial da Ultragaz.

“Esse movimento demonstra a contínua capacidade da Ultragaz em perseguir eficiências e a disposição da Ultrapar em realizar parcerias estratégicas em seu portfólio de negócio.”

Além da Ultragaz, a Ultrapar também controla a cadeia de postos Ipiranga e a rede logística Ultracargo.

O grupo também está em processo de venda da rede Extrafarma para a farmacêutica Pague Menos (PGMN3). O negócio foi aprovado com restrição pelo Cade no fim de junho.

O papéis da Ultrapar encerraram o pregão desta segunda-feira (11) com queda de 0,67%, a R$ 11,85, segundo dados da plataforma TradeMap. Desde o início do ano, as ações do grupo registram queda de 13,3%.

Compartilhe:

Compartilhe: