Navegue:
Senador vira-casaca nos EUA e Ômicron derrubam bolsas do exterior

Senador vira-casaca nos EUA e Ômicron derrubam bolsas do exterior

Queda na chance de estímulo fiscal nos EUA e receio com nova variante do coronavírus deixam investidor preocupado

35856327012 808a9e3b51 c 1

O senador americano Joe Manchin. (Foto: Third Way Think Tank / Flickr)

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

No filme Jurassic Park, de 1993, o personagem do ator Jeff Goldblum explica a teoria do caos desta forma: “uma borboleta pode bater asas em Pequim, e no Central Park você terá chuva em vez de sol”. A metáfora pode ser usada hoje para explicar o que acontece com as bolsas globais. Mas a borboleta, no caso, é o senador Joe Manchin, dos Estados Unidos, Pequim é Washington, e o Central Park é o mercado mundial.

Manchin é filiado ao Partido Democrata e foi eleito em 2018 pelo estado da West Virginia. Ele venceu a disputa na época com 290 mil votos. O número é bem menor do que os 81 milhões de votos recebidos pelo presidente americano Joe Biden em 2020. Mesmo assim, no fim de semana o senador impôs uma dura derrota ao atual chefe da Casa Branca.

Em entrevista à Fox News no domingo, Manchin rejeitou a possibilidade de votar a favor de um pacote de R$ 2,2 trilhões desenhado por Biden, que também é do Partido Democrata. O apoio do senador, no entanto, era crucial para transformar o plano em realidade, porque metade dos assentos do Senado dos Estados Unidos é ocupada pela oposição, e a outra metade pela situação.

Na prática, se algum membro do Partido Democrata virar a casaca, qualquer proposta do atual governo é automaticamente derrotada.

Esta proposta, em particular, já estava nas contas dos investidores para o ano que vem – e teria efeitos positivos sobre o crescimento da economia. Tanto é que o Goldman Sachs reduziu ontem mesmo a previsão para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos. A estimativa para a taxa anualizada no primeiro trimestre diminuiu de 3% para 2%, enquanto a do segundo trimestre recuou de 3,5% para 3,0%.

Ômicron

Os investidores também ficaram mais receosos com o efeito da variante Ômicron do coronavírus, a despeito de a Moderna afirmar que sua vacina contra a covid-19 aumenta a imunidade contra a nova cepa.

“Com um recorde de casos de covid no Reino Unido nos últimos dias e novas restrições sendo implementadas na Europa, quase parece uma repetição de 12 meses atrás, com alguns cientistas no Reino Unido pedindo por um novo lockdown antes do Natal, uma decisão que seria tão bem-vinda quanto uma dor de dente”, disse Michael Hewson, analista-chefe de mercados da CMC Markets.

Na Holanda, o governo anunciou medidas para restringir a circulação e em outros países europeus há discussões sobre a adoção de medidas emergenciais. França e Alemanha impuseram barreiras à chegada de britânicos e na Irlanda o governo determinou que bares, restaurantes e cinemas fechem às 20h, acrescentou Hewson.

Mercados

As bolsas asiáticas fecharam em queda, com o temor de que a ômicron possa reduzir o crescimento e prolongar a alta dos preços, à medida que estenderia os problemas na cadeia de suprimentos. Isso e preocupações com os problemas com a crise imobiliária chinesa fizeram o banco central da China reduzir a taxa de juros de empréstimos de um ano de 3,85% para 3,80%. Foi o primeiro corte desde abril de 2020.

Na Europa, o índice acionário pan-europeu Stoxx 600 recuava 1,28%, enquanto nos Estados Unidos os índices Dow Jones e S&P 500 caíam cerca de 1% no mercado futuro, enquanto o Nasdaq tinha queda de 1,20%. Commodities em geral, petróleo e minério de ferro estão em queda também.

Agenda do dia

Na agenda econômica, teremos a divulgação às 12h, nos Estados Unidos dos indicadores antecedentes de novembro, índice agregado que mede o desempenho futuro da economia, como encomendas à indústria, licenças para construção e horas de trabalho semanais.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp