Navegue:
Pós-Fed, futuros americanos em queda e o que mais você precisa saber para investir bem hoje

Pós-Fed, futuros americanos em queda e o que mais você precisa saber para investir bem hoje

Investidores ainda acompanham dados sobre o PIB do 4º trimestre nos Estados Unidos

Bolsa de Valores pesquisa gestores
Por:

Compartilhe:

Por:

Pelo jeito, a volatilidade associada aos próximos movimentos de política monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), veio para ficar. Nesta quarta (26), após o anúncio da decisão de manter os juros próximos de zero, a entrevista do presidente da instituição, Jerome Powell, azedou o humor do mercado, e essa discussão deve continuar ditando os negócios nesta quinta (27).

Ficou claro que o ciclo de aumento na taxa básica americana deve começar a partir de março, e Powell não descartou a possibilidade de elevações em todas as reuniões do ano. Disse ainda que há espaço para subir os juros sem prejudicar o mercado de trabalho, e enfatizou as preocupações do Fed com a inflação persistente.

As bolsas americanas viraram e fecharam em queda. Por aqui, o Ibovespa reduziu os ganhos, mas fechou no positivo sustentado pelo fluxo de investidores estrangeiros buscando proteção em um cenário de alta da cotação das commodities.

Às 10h30, saem duas informações importantes sobre o andamento da atividade econômica nos EUA: a prévia do PIB (Produto Interno Bruto) do quarto trimestre, que deve mostrar forte alta em relação ao terceiro trimestre, e os dados atualizados do número de pedidos de auxílio desemprego no país.

Mercado de mau humor

Na manhã de hoje, os índices globais voltam a cair, com o mercado reagindo mal às declarações de Powell.

Por volta das 7h55, o índice Euro Stoxx 50, que reúne grandes empresas da zona do euro, caía 0,16%. Nos Estados Unidos, os contratos futuros dos principais índices também operavam no vermelho –o Dow Jones estava em queda de 0,23%, o S&P 500 tinha queda de 0,29% e o Nasdaq caía 0,30%.

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: