Navegue:
PetroRio (PRIO3) é beneficiada pela alta do petróleo no 1º trimestre e registra lucro de US$ 228 mi

PetroRio (PRIO3) é beneficiada pela alta do petróleo no 1º trimestre e registra lucro de US$ 228 mi

Opção da empresa por uma busca constante na redução do custo de extração ajudou no resultado operacional

Celular com logo da PetroRio

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A PetroRio (PRIO3) se beneficiou do maior preço do petróleo ao longo do primeiro trimestre de 2022, que chegou perto do pico dos últimos 10 anos durante o período, impactado pela guerra entre Rússia e Ucrânia, e reportou lucro líquido de US$ 228 milhões, revertendo o prejuízo de US$ 7 milhões visto um ano antes, segundo balanço publicado pela companhia na noite desta quarta-feira (4).

Além disso, a opção da empresa por uma busca constante na redução do custo de extração ajudou no resultado operacional da empresa, impulsionando o lucro do período.O resultado ficou 38,18% acima do projetado pelo Itaú BBA, que esperava ganho de US$ 167 milhões.

A receita líquida da empresa, por sua vez, subiu 2,64 vezes no período, para US$ 309,6 milhões na comparação anual, ficando 4,59% acima da expectativa do Itaú BBA, enquanto o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado cresceu quase 3 vezes no trimestre na base anual, para US$ 228,7 milhões, ficando 6,77% acima da previsão do Itaú BBA.

No âmbito operacional, a produção total da PetroRio somou 35,1 mil boe (barril de petróleo equivalente) por dia, uma elevação de 12,4% na base anual. O preço médio de venda de óleo foi de US$ 110,28 o barril, uma alta de 77,3% em relação ao mesmo trimestre de 2021, enquanto o preço médio do Brent subiu 59,7% no período, para US$ 97,90 o barril.

No trimestre, o custo de extração atingiu o menor patamar já registrado, com uma redução de 21% na comparação com o mesmo intervalo de um ano antes, alcançando US$ 11,2 por campo.

 

Compartilhe:

Compartilhe: