Navegue:
Petrobras (PETR4) avança em planos para explorar gás natural em Sergipe

Petrobras (PETR4) avança em planos para explorar gás natural em Sergipe

A ideia da estatal é atuar no estado de Sergipe e ter a capacidade de entregar 18 milhões de m³ de gás natural por dia

Fachada de prédio da Petrobras

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A Petrobras (PETR4) assinou na segunda-feira (13) um protocolo de intenções com o governo de Sergipe para avaliar potenciais oportunidades de negócio com o gás natural que a empresa pretende extrair do projeto Sergipe Águas Profundas.

A Petrobras e o estado querem prospectar e estruturar oportunidades de negócio no setor, para fornecer gás natural como matéria-prima ou até mesmo como fonte de geração de energia.

De acordo com a estatal, essa medida faz parte do plano estratégico de 2022 a 2026. Segundo esse planejamento, está prevista a criação de duas plataformas para os campos de Sergipe Águas Profundas.

“O projeto contempla a implantação de um novo sistema de escoamento de gás ligando as duas unidades de produção à costa sergipana, com capacidade de 18 milhões de metros cúbicos por dia”, diz a petrolífera.

⇨ Acompanhe seus ganhos e gastos e cuide melhor do seu dinheiro. Baixe o GranaMap!

“O projeto é uma nova fronteira de desenvolvimento de produção de petróleo e, principalmente, de gás. Com este protocolo de intenções, a Petrobras espera contribuir com a população de Sergipe, para que o estado consiga aproveitar as oportunidades proporcionadas pelo mercado de gás natural”, afirmou o executivo de refino e gás natural da empresa, Rodrigo Costa Lima e Silva, no comunicado.

A expectativa da Petrobras é de que o início da produção regular em águas profundas em Sergipe ocorra em 2026. A produção na segunda plataforma deve começar nos anos seguintes. A empresa espera exportar 8 milhões de metros cúbicos por dia do gás natural produzido na região.

Compartilhe:

Compartilhe: