Navegue:
Para aumentar presença em MG, Mater Dei (MATD3) compra Hospital Santa Clara

Para aumentar presença em MG, Mater Dei (MATD3) compra Hospital Santa Clara

Negócio é a quinta aquisição da companhia desde seu IPO, em abril de 2021

Fachada de hospital da rede Mater Dei, com foco no logo

Foto: Pedro Vilela / Agência i7

Por:

Compartilhe:

Por:

Depois de adquirir os hospitais Santa Gênova e Premium, a Mater Dei (MATD3) deu mais um passo para aumentar sua presença no Triângulo Mineiro e no Centro-Oeste e anunciou a compra de uma participação entre 75% e 80% do Hospital e Maternidade Santa Clara, de Uberlândia (MG).

A operação, segundo o fato relevante publicado pela Mater Dei na noite desta quarta-feira (2), “objetiva o fortalecimento do hub de assistência médico-hospitalar de alta qualidade da companhia na região do Triângulo Mineiro e Centro-Oeste, aumentando sua presença regional”.

Na visão da empresa, esta aquisição, depois das compras do Hospital Santa Gênova, também em Uberlândia, por R$ 309 milhões em novembro de 2021 e do Hospital Premium, em Goiânia (GO), por R$ 250 milhões em janeiro deste ano, irá permitir a captura de sinergias geográficas e operacionais.

Além das aquisições na região, a empresa anunciou, em 8 de fevereiro, a compra de 95% do EMEC Empreendimentos Médico Cirúrgicos da Bahia por R$ 205,9 milhões e, em julho de 2021, a compra de 70% do Grupo Porto Dias, do Pará, por R$ 800 milhões.

As aquisições parecem fazer parte de uma estratégia da companhia mineira para expandir sua presença em diferentes regiões do país.

A ida da Mater Dei às compras reflete também uma tendência do setor. Só no ano passado, foram 32 anúncios de aquisições feitos por empresas de saúde com capital aberto no Brasil, segundo levantamento feito pelo BTG Pactual.

Mesmo com o forte apetite para investir em sua expansão, a empresa de hospitais tem operado no azul. No terceiro trimestre de 2021, a companhia teve lucro líquido de R$ 43,6 milhões, alta de 19% em relação a igual período do ano anterior. Os números do quarto trimestre serão publicados no dia 16 de março.

Sobre a transação

Segundo fato relevante publicado pela Mater Dei na noite desta quarta-feira (2), o Santa Clara é um hospital geral de alta complexidade e que presta serviços em mais de 40 especialidades médicas. A receita líquida do hospital nos doze meses encerrados em outubro de 2021 foi de R$ 137 milhões.

O hospital foi avaliado em R$ 234 milhões, o que, descontado o endividamento líquido, implica um múltiplo de R$ 1,35 milhão por leito.

Vale ressaltar que o fechamento da transação ainda depende a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Compartilhe:

Compartilhe: