Navegue:
Oi (OIBR3) adia de novo balanço do 1º trimestre, mas sinaliza melhora nos resultados

Oi (OIBR3) adia de novo balanço do 1º trimestre, mas sinaliza melhora nos resultados

No primeiro trimestre do ano, a receita líquida da companhia somou R$ 4,383 bilhões, uma estabilidade na comparação anual

Nesta quarta-feira, a Oi divulgou seu resultado do primeiro trimestre deste ano, revertendo o prejuízo do mesmo período de 2021.

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A Oi (OIBR3) adiou pela segunda vez a divulgação dos resultados do primeiro trimestre deste ano. A publicação dos números estava prevista para esta terça-feira (21), e agora deve ocorrer no dia 28 de junho.

Assim como no adiamento anterior, em maio, a Oi explicou que a iniciativa ocorre em razão da complexidade da segregação de ativos móveis e da obtenção de pareceres de auditores independentes.

Desta vez, no entanto, a Oi apresentou dados preliminares sobre seu desempenho no primeiro trimestre para “garantir a estabilidade das expectativas do mercado”.

⇨ Aproveite o mercado cripto antes que seja tarde no curso gratuito Desmistificando criptos, nft e Metaverso!

Segundo os números, a Oi teve receita líquida de R$ 4,383 bilhões no primeiro trimestre, resultado praticamente estável em relação ao observado em igual período de 2021.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) subiu 8,2% na mesma base de comparação, para R$ 1,22 bilhão. O resultado desconsidera ganhos ou perdas não recorrentes – ou seja, que não devem se repetir em períodos futuros.

Já o caixa da companhia era de R$ 1,98 bilhão ao final do período, uma queda de 34,48% na comparação anual.

Ontem, as ações ordinárias na Oi encerraram o pregão em alta de 2,04%, negociadas a R$ 0,50.

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: