Navegue:
BRB adia IPO devido à “deterioração das condições de mercado”

BRB adia IPO devido à “deterioração das condições de mercado”

Oferta foi anunciada em meados de setembro e contaria com distribuição primária e secundária de ações

BRB Divulgacao

Foto: BRB/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

O Banco de Brasília (BRB) comunicou na quinta-feira, 28, decidiu, em conjunto com os coordenadores da operação, adiar sua abertura de capital na bolsa de valores brasileira. 

A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) de emissão do banco será postergada, inclusive sob a forma de certificados de depósito de ações, por conta da “deterioração das condições de mercado”. 

 Leia também: Número de empresas que adiaram e suspenderam IPOs já supera o de estreias na Bolsa em 2021 

De acordo com o fato relevante arquivado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o BRB continuará a monitorar o mercado para encontrar condições mais favoráveis para a realização do IPO. 

A operação foi anunciada em meados de setembro e seria feita por meio de units, que compreendem ações ordinárias (ON) e preferenciais (PN). 

A oferta seria constituída de distribuição primária (quando o montante levantado vai direto para o caixa da companhia) e secundária (quando os atuais acionistas vendem parte ou a totalidade de suas fatias). 

Os recursos obtidos com a tranche primárias seriam destinados à expansão de carteira de crédito (75%) e a investimentos em tecnologia (25%). 

Compartilhe: