Navegue:
Ibovespa sobe 1,54%, aos 107.595 pontos, impulsionado por mineradoras e siderúrgicas

Ibovespa sobe 1,54%, aos 107.595 pontos, impulsionado por mineradoras e siderúrgicas

No lado negativo, o protagonismo ficou com Via (VIIA3), com recuo de 12,48% após balanço trimestral

pexels kampus production 8353777

Foto: Pexels

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

Ainda embalado por um clima de perspectivas menos incertas com relação à aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos Precatórios na Câmara dos Deputados, o Ibovespa teve avanço de 1,54% na sessão, aos 107.595 pontos. No auge do pregão, o índice chegou à casa dos 108 mil pontos. Em novembro, o Ibovespa acumula alta de 3,95%, enquanto, no ano, cai 9,59%.

Em Wall Street, a sessão não foi uniforme. No feriado nacional de Dia dos Veteranos, o índice Dow Jones teve perda de 0,44%, aos 35.921 pontos. O S&P 500 foi na contramão, com leve alta de 0,06%, aos 4.649 pontos, acompanhado pelo Nasdaq, que teve valorização mais expressiva, de 0,52%, aos 15.704 pontos. O dólar Ptax recuou 0,73%, a R$ 5,41.

“Houve um alívio na taxa de câmbio basicamente por conta da aprovação da PEC dos Precatórios. O mercado entende que pode ser uma sinalização de mais transparência, pelo menos por parte do governo, e que vai conseguir saber de onde vai sair o dinheiro do aumento dos auxílios que serão pagos no ano que vem”, diz Cristiane Quartaroli, economista do Banco Ourinvest.

Ela ainda chama atenção para uma melhora no apetite por risco no exterior depois de a Evergrande acertar dívidas atrasadas no último minuto, evitando uma onda de cobranças que poderia surgir caso os pagamentos não fossem feitos.

Mineradoras e siderúrgicas

Em linha com o alívio do setor imobiliário chinês e com o impulso da valorização do minério de ferro, mineradoras e siderúrgicas tiveram sessão positiva nesta quinta-feira. Os papéis da Vale (VALE3) avançaram 3,53%, a R$ 68,01, enquanto CSN (CSNA3) valorizou 7,46%, a R$ 22,75, Gerdau (GGBR4) teve alta de 5,99%, a R$ 25,11, e Usiminas (USIM5) avançou 6,24%, a R$ 13,46.

Voando alto

Os papéis da Azul (AZUL4) também tiveram valorização expressiva, de 9,83%, a R$ 29,04. O avanço veio após a divulgação de balanço corporativo referentes ao terceiro trimestre deste ano, em que a empresa divulgou que sua receita operacional dividida pelo total de assentos-quilômetro oferecidos – Rask, um indicador de faturamento – voltou para níveis anteriores aos da pandemia de covid-19, um trimestre antes do que estava previsto.

Via lidera as quedas

A Via (VIIA3), ex-Via Varejo, foi o maior destaque de queda de hoje, com recuo de 12,48%, a R$ 6,17. A performance da companhia, que detém as marcas Casas Bahia e Ponto, foi impactada pelos resultados trimestrais, que acusaram prejuízo líquido de R$ 638 milhões entre julho e setembro deste ano.

Segundo a companhia, o tombo ocorreu por conta de provisões para processos trabalhistas no período, que totalizaram R$ 810 milhões.

Agenda de sexta-feira, 12

No Brasil, o destaque da agenda desta sexta fica com a divulgação da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), às 9h. A pesquisa mostra o comportamento do setor mais afetado pela pandemia durante o mês de setembro. Em agosto, os dados atingiram o maior patamar desde 2015, com alta de 0,5%.

Nos Estados Unidos, os dados sobre a criação de empregos no país em setembro serão divulgados pela Secretaria de Estatísticas Trabalhistas (BLS) às 12h.

Na cena corporativa brasileria, vale ficar de olho nos resultados trimestrais de Ser Educacional (SEER3) e Cogna (COGN3), antes da abertura do mercado. Após o fechamento, será a vez de BR Malls (BRML3), Cosan (CSAN3) e CVC (CVCB3).

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp