Navegue:
Mercado já vê taxa Selic de dois dígitos em 2022 e inflação acima de 9% neste ano, mostra Boletim Focus

Mercado já vê taxa Selic de dois dígitos em 2022 e inflação acima de 9% neste ano, mostra Boletim Focus

Preocupação fiscal piora expectativas de analistas do mercado financeiro para principais indicadores da economia

Bolsa de Valores pesquisa gestores
Por:

Compartilhe:

Por:

As preocupações com o cenário fiscal e com o comunicado do Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) da semana semana já levam analistas a projetarem uma taxa básica de juros (Selic) em 10,25% no fim do ano que vem (ante a previsão de 8,96% de uma semana atrás), de acordo com o boletim Focus divulgado nesta segunda, dia 1º de novembro.

A pesquisa mostra ainda que a mediana da estimativa dos consultados aponta para inflação de 9,17% em dezembro de 2021 (a previsão anterior era de 8,96%).

Os especialistas ainda reduziram suas projeções de alta para o PIB (Produto Interno Bruto) de 2021 e de 2022, e apontam que o dólar deve encerrar este ano e o próximo em R$ 5,50.

Veja a seguir o cenário traçado pelos analistas para os principais indicadores macroeconômicos:

Taxa Selic

O mercado financeiro acredita que os juros básicos encerrarão 2021 em 9,25% ao ano (há uma semana, a projeção era de 8,75% e, há um mês, de 8,25%). Na semana passada, o Banco Central elevou os juros em 1,5 ponto percentual, para 7,75%, e indicou nova alta da mesma magnitude na próxima reunião, em dezembro.

PIB

A mediana de especialistas já acredita em uma atividade econômica mais fraca neste ano e no ano que vem como consequência do aumento da taxa básica de juros. As projeções de crescimento do PIB de 2021 caíram de 4,97% para 4,94%, e em 2022, recuaram de 1,40% para 1,20%.

Câmbio

As expectativas para o câmbio também pioraram para 2021 e 2022. No fim deste ano, o dólar deve ficar em R$ 5,50 (ante uma projeção anterior de R$ 5,45). Esse é o mesmo patamar previsto para dezembro do ano que vem.

Inflação

Pela primeira vez, os analistas ouvidos pelo Focus preveem um IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) acima de 9% em 2021. A aposta é que a variação de preços chegará a 9,17% neste ano (a expectativa era de 8,96% há uma semana). Para 2022, o IPCA deverá fechar em 4,55% (contra projeção anterior de 4,40%).

Veja abaixo as projeções para 2022:

 

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: