Mercado externo opera sem definição nesta sexta, à espera do payroll nos EUA

No Brasil, depois do PIB mais fraco do 3º trimestre, investidores aguardam pela divulgação da produção industrial de outubro

BDRs de ETF renda fica internacinais
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

As bolsas globais operam sem tendência nesta sexta-feira, 3. A semana foi bem agitada com o avanço da Ômicron, incerteza quanto ao início da redução dos estímulos econômicos e com a divulgação de diversos indicadores financeiros.

Hoje, o mercado aguarda pela divulgação da taxa de desemprego (payroll) de novembro dos Estados Unidos, às 10h30. O dado é acompanhado com atenção pelo mercado, já que pode influenciar nas decisões futuras do Federal Reserve (Fed, banco central americano) sobre a política monetária.

A expectativa do mercado aponta para a criação de 573 mil vagas em novembro, mais do que foi registrado em outubro (531 mil), com a taxa de desemprego recuando de 4,6% para 4,5%, e crescimento de 0,4% do salário médio. Se o número vier acima que o esperado, o cenário de retirada mais rápida de estímulos e elevação dos juros no país será reforçado, o que poderá afetar o desempenho das ações, em especial de países emergentes como o Brasil.

Na Europa, as bolsas abrem no campo negativo, enquanto os futuros americanos estão próximos da estabilidade. Além da espera pelo payroll, os investidores irão repercutir os dados sobre atividade.

Na zona do euro, o índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) de serviço avançou de 54,6 em outubro para 55,9 em novembro, segundo pesquisa divulgada pela IHS Markit. Apesar de ter avançado – e estar acima dos 50 pontos, que indica expansão da atividade –, o resultado ficou aquém do indicador preliminar, de 56,6 pontos.

O PMI composto, por sua vez, saiu de 54,2 para 55,4 na passagem de outubro para novembro, também abaixo da preliminar, que apontava para 55,8 pontos.

Na Alemanha, o PMI de serviços subiu de 52,4 em outubro para 52,7 na leitura final de novembro. O indicador composto, que engloba serviços e indústria, avançou de 52 em outubro a 52,2 em novembro.

Enquanto isso, as bolsas asiáticas fecharam de forma mista, com os investidores monitorando o avanço da nova variante do coronavírus e repercutindo os planos da gigante Didi Global em sair dos EUA e listar seus papéis em Hong Kong, após pressão regulatória de Pequim. A saída da companhia do mercado americano pode levar outras empresas chinesas a seguirem o mesmo caminho.

Ainda em terreno asiático, os dados de atividades da China apontam que o setor de serviços cresceu em um ritmo mais lento em novembro, em meio às crescentes pressões inflacionárias e à continuidade dos surtos de Covid-19.

O PMI de serviços chinês apresentou queda, saindo de 53,8 pontos em outubro para 52,1 pontos em novembro. No entanto, o indicador continua acima de 50, o que indica expansão da atividade. O PMI composto recuou para 51,2 pontos no mês passado, frente 51,5 pontos em outubro.

Quanto às commodities, o preço do barril do petróleo avança após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) decidir prosseguir com seus planos de aumento da produção, embora tenha deixado margem para futuros ajustes, o que gerou dúvidas quanto ao cumprimento do acordo. Os preços do minério de ferro recuam, com temores quanto à demanda global.

No Brasil, depois da divulgação do Produto Interno Bruto (PIB) mais fraco do que o esperado do terceiro trimestre, os investidores aguardam pela divulgação da produção industrial de outubro, às 9h, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). As projeções trazem um recuo de 0,7% e uma expansão de 1,8%, com a mediana em +0,7%.

Uma queda no indicador de desempenho do setor pode levar a mais redução nos juros futuros, que ontem caíram com o PIB estagnado e com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) dos precatórios. A fraqueza da atividade poderá reduzir as apostas em alta maior da Selic na próxima reunião do Copom, marcada para o dia 8 de dezembro.

Além das atenções quanto ao indicador de atividade, o mercado deverá repetir ainda a aprovação da PEC no Senado, que abre caminho para o governo implantar o programa Auxílio Brasil com um benefício de R$ 400 a partir de dezembro e abre espaço de R$ 106,1 bilhões para novas despesas no Orçamento de 2022.

Como os senadores fizeram modificações no texto da PEC, a regra diz que a proposta deveria voltar para a análise dos deputados na Câmara.

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais