Navegue:
Lucro da Cyrela cai 83% no 3º trimestre; Eztec tem alta de 21%

Lucro da Cyrela cai 83% no 3º trimestre; Eztec tem alta de 21%

Já a receita líquida da Cyrela cresceu 10,7%, para R$ 1,288 bilhão

Mercado imobiliário
Por:

Compartilhe:

Por:

A Cyrela (CYRE3) registrou lucro líquido de R$ 238 milhões durante o terceiro trimestre de 2021, o que representa queda de 83,1% em relação ao mesmo período do ano passado e de 11% ante os três meses imediatamente anteriores.

A receita líquida somou R$ 1,288 bilhão no último trimestre, avanço de 10,7% frente ao total de R$ 1,164 bilhão obtido em igual intervalo de 2020. Quando comparada ao segundo trimestre deste ano, a alta é de 9%.

Os lançamentos somaram R$ 2,2 bilhões de julho a setembro, expansão anual de 33,2% e trimestral de 14%.

As vendas, por sua vez, caíram 20,2% no terceiro trimestre, para R$ 1,366 bilhão, também com queda de 12,5% em relação aos três meses anteriores.

“O terceiro trimestre de 2021 foi marcado por uma deterioração nas perspectivas macroeconômicas do país. A inflação acima do previsto, somada a um aumento da incerteza com relação à manutenção do arcabouço fiscal brasileiro, causaram uma elevação acentuada na curva de juros, trazendo como consequência uma turbulência nos preços dos ativos no mercado de capitais e também um impacto operacional no nosso setor, uma vez que a inflação mais alta e a expectativa de juros maiores potencialmente causam uma redução na demanda”, afirmou a empresa, em nota que acompanha o balanço.

Por outro lado, a Cyrela ressaltou que, com o avanço da vacinação em escala nacional, conseguiu retomar as atividades em especial nos stands de venda.

A dívida líquida da companhia atingiu R$ 381 milhões ao fim do trimestre, valor 31,7% inferior ao registrado nos três meses anteriores, porém mais de dez vezes acima dos R$ 36 milhões do mesmo período de 2020.

A alavancagem da companhia, medida por meio do indicador dívida líquida/patrimônio líquido, apresentou redução de 8,9% para 5,8% do segundo para o terceiro trimestre.

Eztec (EZTC3) lucra 21% a mais

Também no mercado imobiliário, a Eztec (EZTC3) fechou o terceiro trimestre com lucro líquido de R$ 145,2 milhões, alta trimestral de 4% e 20,8% anual.

A receita líquida da empresa, por sua vez, cresceu 9,6% de julho a setembro em comparação a igual intervalo de 2020, para R$ 298 milhões, e apenas 3,1% em relação ao segundo trimestre deste ano.

O resultado operacional medido pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, em português) chegou a R$ 119 milhões entre julho e setembro, expansão de 20,2% no comparativo anual. A margem Ebitda subiu de 36% para 40% no intervalo.

As vendas líquidas da Eztec caíram 20,4% do terceiro trimestre de 2020 para o mesmo período de 2021, para um total de R$ 266 milhões, enquanto os lançamentos mais que dobraram, de R$ 206 milhões para R$ 460 milhões.

“Importante apontar que após vivermos uma forte inflação nos custos de construção e uma escalada nas taxas de financiamento é esperado que os lançamentos desenhem curvas de vendas mais alongadas e perenes, especialmente quando comparadas com as performances de 2019”, afirmou a companhia, na divulgação de resultados.

Compartilhe:

Compartilhe: