Navegue:
Localiza (RENT3) tem crescimento de 7,3% no lucro no primeiro trimestre, mas receita cai

Localiza (RENT3) tem crescimento de 7,3% no lucro no primeiro trimestre, mas receita cai

Resultado da locadora veio acima das expectativas do Goldman Sachs

Foto de fila de carros em estacionamento

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

Mesmo diante de um cenário global não tão animador, com desafios macroeconômicos e dificuldade na cadeia de suprimentos, que prejudicaram a fabricação de veículos novos, a Localiza (RENT3) conseguiu apresentar resultados significativos tanto nas principais linhas como na gestão de custo no primeiro trimestre do ano.

No período, o lucro líquido cresceu 7,3% na comparação anual, para R$ 517,4 milhões, superando em 9% as estimativas dos analistas do Goldman Sachs, de acordo com relatório distribuído em 5 de abril. A receita líquida teve retração de 3,1% no trimestre, para R$ 2,7 bilhões na comparação anual.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) foi de R$ 1,13 bilhão no período, alta de 41,3% na comparação anual em linha com o esperado pelo Goldman Sachs.

De acordo com a companhia, as iniciativas de produtividade e de gestão de custo iniciadas no ano passado têm compensado parcialmente as limitações ao crescimento devido à escassez de carros novos.

No primeiro trimestre, o preço médio do carro vendido subiu 34,9% em comparação anual, para R$ 71,5 mil, refletindo os aumentos nos preços dos veículos novos e o mix de venda no Seminovos. Com isso, o faturamento líquido com a venda de carros seminovos caiu 32,4% no primeiro trimestre, para R$ 1,039 bilhão, enquanto a receita com aluguel teve alta de 35,6% e totalizou R$ 1,3 bilhão.

No período, a diária média com aluguel de carros foi de R$ 105,7, uma alta de 31,7% ante o mesmo período de 2021, enquanto a taxa de utilização alcançou 78,5% no trimestre. Na gestão da frota, a diária média foi de R$ 61,2, uma elevação de 9,9% ante o mesmo intervalo do ano anterior, enquanto a taxa de utilização foi de 96,8%.

O ROIC (retorno sobre o capital investido) anualizado da Localiza foi de 18,6% no primeiro trimestre do ano, contra 17% em 2021.

No trimestre, a Localiza teve uma frota média alugada de 157,38 mil carros, alta de 2,5% na comparação com o mesmo trimestre do ano anterior. A empresa encerrou o período com uma frota total de 293.322 mil carros, 6,9% maior que o visto na base anual.

Em relação à gestão da frota, que tem ocupado o maior tempo da companhia no quesito administração, os analistas do Goldman já esperavam um crescimento pequeno, “devido às ainda presentes interrupções na cadeia de suprimentos do mercado de carros novos, que estão limitando a capacidade da Localiza de crescer em seus principais segmentos no curto prazo”.

“Sabemos que este ano ainda apresentará desafios macroeconômicos e na cadeia global de suprimentos, mas vemos oportunidades de ampliar nosso volume de compras em comparação ao ano passado”, disse a Localiza.

No relatório de resultado, a Localiza ainda endereçou o andamento do processo de combinação de negócios com a Unidas, no qual “continuamos avançando nas negociações de venda do remédio estabelecido pelo Cade e no processo de planejamento da integração”.

Compartilhe:

Compartilhe: