Navegue:
JGP, de André Jakurski, vira acionista relevante de tech que acumula queda de 57% desde o IPO

JGP, de André Jakurski, vira acionista relevante de tech que acumula queda de 57% desde o IPO

Gestora passa a deter 5,11% das ações da Desktop

Foto de cabos de internet conectados

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A JGP Gestão de Recursos, de André Jakurski, decidiu aumentar a aposta em uma das empresas de tecnologia que participaram da última leva de IPOs da Bolsa, ocorrida em 2021.

Segundo comunicado publicado na noite desta sexta-feira (27), a gestora acaba de se tornar acionista relevante da provedora de internet Desktop (DESK3), passando a deter 5,11% do total de ações da companhia.

O comunicado não diz qual era a participação anterior da JGP na empresa, mas informações disponíveis na plataforma do TradeMap mostram que dois fundos da gestora — o JGP Equity Master FIA e o JGP Equity Master — tinham, somados, 3,86% da companhia.

A  Desktop é avaliada em R$ 867,38 milhões, também segundo dados disponíveis no TradeMap. A nova participação da JGP, portanto, equivale a R$ 44,3 milhões.

Ao ampliar seu investimento, a gestora de André Jakurski mostra confiança em uma companhia que acumula uma desvalorização de 57,66% desde o IPO, ocorrido em julho do ano passado.

A Desktop é mais uma das empresas de tecnologia que têm apanhado na Bolsa por causa da alta dos juros, que em geral prejudica o valuation de companhias com tese de crescimento.

No pregão desta sexta, porém, o papel fechou em alta de 3,65%, a R$ 9,95.

No comunicado, a Desktop ressalta que, segundo a JGP, a aquisição não tem como objetivo alterar a composição de controle ou a estrutura administrativa da companhia.

Compartilhe:

Compartilhe: