Navegue:
Itaú recebe aval do Banco Central para adquirir 11,38% da XP

Itaú recebe aval do Banco Central para adquirir 11,38% da XP

Aquisição já estava prevista no contrato de compra e venda de ações, celebrado em maio de 2017

Itaú Unibanco

Foto: Itaú/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

O Itaú Unibanco, maior banco privado do Brasil, informou na manhã desta segunda-feira, 8, que recebeu autorização do Banco Central (BC) para comprar aproximadamente 11,38% do capital social da XP Inc., companhia listada na Nasdaq.

Segundo o banco, a aquisição já estava prevista no contrato de compra e venda de ações e outras avenças, celebrado em 11 de maio de 2017 entre as empresas.

“A consumação dessa operação está prevista para ocorrer em 2022, após a divulgação das demonstrações financeiras auditadas da XP Inc. referente ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2021”, destacou o Itaú, em nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

→ Leia também: XP Inc. reporta lucro de R$ 1,04 bilhão no terceiro trimestre, 82% acima de um ano antes

Por outro lado, ainda são necessárias as aprovações de órgãos reguladores no exterior para a concretização da compra.

Em outubro, o Itaú havia anunciado a aprovação da incorporação da XPart pela XP Inc. em assembleias gerais de ambas as companhias. O movimento marcou a saída do banco do capital social da corretora.

No pregão de sexta-feira, 5, as ações ordinárias (ITUB3) e preferenciais (ITUB4) do Itaú encerraram em queda de 1,29% e 1,81%, respectivamente, a R$ 20,66 e R$ 22,88. Já os BDRs da XP (XPBR31) finalizaram o dia em alta de 5,90%, a R$ 194,05.

→ Leia também: Itaú Unibanco lucra R$ 6,8 bilhões no 3º trimestre, alta anual de 35%

Compartilhe: