Navegue:
IRB (IRBR3): ações judiciais garantem lucro no 1º trimestre, mas sinistralidade aumenta

IRB (IRBR3): ações judiciais garantem lucro no 1º trimestre, mas sinistralidade aumenta

Trimestre foi impactado positivamente pelo efeito não-recorrente de 2 ganhos em ações judiciais, que somaram R$ 150,2 milhões ao resultado

IRB Brasil

IRB Brasil: divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

O IRB Brasil, empresa resseguradora brasileira, divulgou seu primeiro balanço de 2022, e reportou lucro líquido de R$ 80,5 milhões no primeiro trimestre do ano, alta de 58% ante o mesmo intervalo de 2021. Além disso, na comparação direta com o quarto trimestre do ano passado, a companhia reverteu um prejuízo de R$ 370,9 milhões.

O resultado, porém, foi beneficiado por questões pontuais e relacionadas indiretamente à operação do IRB. No primeiro trimestre, a empresa recebeu cerca de R$ 150 milhões referentes a duas ações judiciais.

Descontando estes e outros eventos pontuais e que não devem gerar ganhos ou perdas nos próximos trimestres, o IRB teria prejuízo de R$ 54,5 milhões.

O volume de prêmio emitido – um indicador de quanto a empresa vendeu em seguros – subiu 4% no período na base anual, para R$ 2 bilhões.

Fonte: IRB Brasil
Fonte: IRB Brasil

De acordo com o IRB, o sinistro retido – que representa as despesas diretas das operações de resseguro – diminuiu 11,0% no primeiro trimestre em relação a um ano antes, para R$ 933 milhões.

No Brasil, o sinistro retido saiu de R$ 454,9 milhões nos três primeiros meses de 2021 para R$ 714,9 milhões neste ano em termos nominais – alta de 57,1%. Já no exterior, apresentou redução de 63,3%, e chegou a R$ 218,1 milhões.

No trimestre, o índice de sinistralidade total alcançou 81%, uma alta de 8,9 pontos percentuais ante o mesmo trimestre do ano anterior.  O resultado financeiro e patrimonial do IRB Brasil foi de R$ 259,6 milhões no primeiro trimestre deste ano, valor 150,6% superior ao mesmo período de 2021, quando a companhia atingiu R$ 103,6 milhões.  

Compartilhe:

Tags:

Compartilhe: