Navegue:
Eletrobras (ELET3) privatizada aciona 1º gatilho para valorizar ação, diz UBS-BB; veja os demais

Eletrobras (ELET3) privatizada aciona 1º gatilho para valorizar ação, diz UBS-BB; veja os demais

UBS-BB vê pelo menos mais três medidas que a Eletrobras pode adotar para aumentar o preço das ações no curto prazo

logotipo da Eletrobras

Foto: Salty View / Shutterstock.com

Por:

Compartilhe:

Por:

A Eletrobras (ELET3) pode adotar uma série de medidas após a privatização que resultarão em aumento no preço das ações no curto prazo. A primeira delas – a troca do conselho de administração – já começou, mas há outros gatilhos que ainda devem ser acionados, segundo o UBS-BB.

Em relatório, a instituição diz que a troca no comando da empresa já fez o preço das ações da Eletrobras subir – o papel acumula alta de 6% desde que ela divulgou a renúncia dos membros antigos e indicou que haveria eleição para os cargos.

Na terça-feira (29), a ação fechou em alta de 0,57%, a R$ 45,56. O UBS-BB recomenda a compra do papel com preço-alvo em R$ 70.

⇨ Quer conferir quais são as recomendações de analistas para as empresas da Bolsa? Inscreva-se no TradeMap!

A instituição acha que a ação pode alcançar este nível se a Eletrobras adotar algumas ações específicas – entre elas a criação de uma unidade para a comercialização de energia.

“A criação de um segmento de trading poderia potencialmente maximizar o preço de venda da energia”, diz o UBS-BB no relatório. “Achamos que cada aumento de R$ 10 por MWh (megawatt-hora) pode elevar o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) em R$ 120 milhões”, acrescenta.

Outras ações que a Eletrobras pode adotar, segundo o UBS-BB, incluem a redução das despesas operacionais e a reestruturação da dívida da companhia.

Nas contas do UBS-BB, a Eletrobras pode diminuir em aproximadamente 60% a relação entre despesas com pessoal, material e serviços de terceiros por MWh produzido, o que aumentaria o Ebitda em cerca de R$ 3 bilhões por ano.

Não é apenas o UBS-BB que está otimista em relação às ações da Eletrobras. Todas as quatro instituições financeiras consultadas pela Refinitiv recomendam a compra das ações da companhia, segundo dados disponíveis na plataforma TradeMap. A mediana dos preços-alvo atribuídos à ação da Eletrobras por essas instituições é de R$ 48.

Compartilhe:

Compartilhe: