Navegue:
Com retomada de turismo, CVC (CVCB3) reduz prejuízo líquido em 61,1% no 3º trimestre

Com retomada de turismo, CVC (CVCB3) reduz prejuízo líquido em 61,1% no 3º trimestre

Em termos ajustados, prejuízo líquido da companhia foi de R$ 81,9 milhões entre julho e setembro deste ano

Interior de loja da CVC

Foto: CVC/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A operadora de viagens CVC Corp, dona da marca CVC, apresentou prejuízo líquido de R$ 83,8 milhões no terceiro trimestre deste ano, redução de 61,1% em comparação ao prejuízo de R$ 215,6 milhões reportado há um ano. 

Em termos ajustados, desconsiderando efeitos não recorrentes, o prejuízo líquido da companhia foi de R$ 81,9 milhões entre julho e setembro deste ano, cifra 59,4% menor frente ao prejuízo de R$ 201,9 milhões apresentado no terceiro trimestre de 2020. 

Segundo a CVC, o período analisado continuou a evidenciar a retomada do setor de turismo, com evoluções nas vendas e embarques de viagens domésticas, bem como no anúncio de menores restrições em países com forte potencial turístico. 

A receita líquida da companhia ficou em R$ 230,4 milhões, o que representa um salto de 271,4% ante os R$ 62 milhões reportados um ano antes.  

A companhia atribui o resultado do período ao crescimento de embarques no Brasil para destinos domésticos e, ao final do trimestre, para destinos internacionais, além do aumento de margem (take rate). 

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado ficou negativo em R$ 33,3 milhões no intervalo analisado, contra números negativos em R$ 135,3 milhões reportados no mesmo período do ano passado. A margem Ebitda ajustada finalizou o trimestre a -14,4%. 

De acordo com a CVC Corp, o indicador foi beneficiado pelo crescimento da receita e controle de despesas gerais e administrativas, por economia com serviços de terceiros e redução temporária de jornada, que regrediram 2,8% no período. 

Os papéis da companhia caíram 9,34% na sessão de sexta-feira, 12, negociados a R$ 16,59. 

→ Acompanhe a cotação em tempo real e veja mais indicadores da companhia pelo TradeMap 

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Tags:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp