Navegue:
brMalls (BRML3) espera crescer com retomada de shoppings, mídia e aquisições

brMalls (BRML3) espera crescer com retomada de shoppings, mídia e aquisições

Mídia digital, aquisições e crescimento organico são os três grandes vetores de crescimento, para os próximos anos

Shopping Unsplash

Foto: Unsplash

Por:

Compartilhe:

Por:

O avanço do programa de vacinação no Brasil vem trazendo ótimas perspectivas o setor de shoppings centers e isso começa a ser percebido nas condições atuais e nos planos para o futuro da brMalls. Em reunião com investidores nesta terça-feira, 7, a empresa 

O primeiro pilar da estratégia é a expansão de shoppings administrados pela companhia e o desenvolvimento de novos complexos, com empreendimentos comerciais atrelados aos shoppings. A expectativa é de que isso eleve tanto a taxa de ocupação, hoje em 97,7%, quanto os aluguéis recebidos. Também entram neste grupo de iniciativas as revitalizações e o fortalecimento da gastronomia nos imóveis administrados pela empresa.

O segundo motor de crescimento seriam novas receitas vindas de soluções e mídias digitais. A expectativa da empresa é gerar receita com mídia em 100 shoppings em 2022. Atualmente, este número é de 71 – incluindo shoppings que não são administrados pela empresa. A previsão é de que as mídias digitais representem 20% do faturamento total no ano que vem.

Além disso, a brMalls afirma que o engajamento de consumidores e lojistas com o programa de relacionamento tem sido cada vez maior e a penetração no GMV (Gross Merchandise Volume) – um indicador de vendas ocorridas nos shoppings da empresa – vem crescendo exponencialmente.

Vale destacar que recentemente a brMalls, adquiriu a Helloo Mídia, empresa especializada em comercialização de mídia em elevadores de edifícios residenciais.

O terceiro e último catalisador para o crescimento da empresa são as aquisições, inclusive de empresas de tecnologia. A brMalls vem se preparando para isso melhorando a própria estrutura de capital com renegociações e alongamento do prazo de dívidas. A companhia tem hoje no radar em torno de 70 shoppings, com 55% das potenciais aquisições na região Sudeste.

Ações estão em baixa em 2021

No terceiro trimestre deste ano, a brMalls teve uma melhora consistente em indicadores financeiros e operacionais, o que precipitou uma valorização de 10,2% nas ações da companhia em novembro – desempenho discrepante do Ibovespa, que caiu 1,5%, e superior ao do índice de imobiliário (IMOB), que subiu 2,9% no mesmo período.

Acoes BRMALLs
Fonte: TradeMap

No entanto, em 2021 até o fechamento de ontem, a brMalls acumulou queda de 18,3%, cotada a R$ 8,09 por ação. Enquanto, o Ibovespa tem perda de 10,2% e o IMOB cede 30,3% na mesma base de comparação.

Hoje as ações da companhia recuavam 1,61%, por volta das 15h30, aos R$ 7,96 por ação. Boa parte da queda reflete comentário da empresa sobre vendas mais mornas na Black Friday. A expectativa da companhia, porém, é que as vendas de Natal venham com mais impulso, principalmente para as vendas que estavam represadas, como as de vestiários e calçados.

Na reunião anual com investidores, a empresa comentou que segue confiante na continuidade de números favoráveis para os próximos períodos. A companhia considera que a preferência dos consumidores por fazer compras em shoppings ainda é muito forte, mesmo que a pandemia tenha trazido o hábito das compras online

O que recomendam os analistas

As recomendações para a brMalls, segundo a Refinitv, contam com oito recomendação de compra, quatro de manutenção e uma de venda. O preço-alvo segundo a mediana das projeções é de R$ 14,10, com potencial de alta de 74,2% em relação ao fechamento de 06 de dezembro de 2021.

 

analise brmals 1
Fonte: TradeMap

Sobre a brMalls

brMalls (BRML3) é uma empresa de incorporação e administração de shoppings centers, com participação em 31 deles. Possui um portfólio diversificado, tanto por região quanto por classes de renda.

Atualmente, oferece serviços de administração ou comercialização para 27 dos 31 shopping centers nos quais detém participação. Tem 1.274,2 mil m² de ABL total e 832,1 mil m² de ABL próprio, com percentual médio de participação em seus shoppings de 65,3%.

Compartilhe:

Compartilhe: