Navegue:
Bolsa volta a fechar às 17h a partir de segunda-feira (14) para se alinhar a mercado dos EUA

Bolsa volta a fechar às 17h a partir de segunda-feira (14) para se alinhar a mercado dos EUA

EUA entram no horário de verão no domingo (13) e negociações nos mercados ficam mais próximas do pregão brasileiro

Ilustração com logotipo da B3
Por:

Compartilhe:

Por:

O mercado de ações brasileiro volta a fechar às 17h (de Brasília) e a ter after-market até 18h a partir desta segunda-feira (14), para se alinhar aos horários das bolsas dos Estados Unidos. A abertura do pregão se mantém às 10h.

Desde 7 de novembro do ano passado, o horário de negociação de ações na B3 estava esticado em uma hora, das 10h até as 18h, para garantir fechamentos simultâneos nos mercados brasileiro e americano.

No domingo (13), porém, com o início do horário de verão nos Estados Unidos, os relógios são adiantados em uma hora. Isso significa que, pelo horário de Brasília, as bolsas americanas passam a abrir e a fechar uma hora mais cedo, das 10h30 às 17h.

As negociações dos contratos futuros do Ibovespa serão antecipadas em meia hora, de 9h às 18h25 para 9h às 17h55.

Confira a grande de horários de todos os mercados neste link.

Vale ficar de olho

A mudança nos relógios nos EUA desperta implicações para o mercado local. Com a chegada do horário de verão americano, boa parte dos indicadores de lá serão divulgados antes da abertura da nossa Bolsa. O relatório de emprego (payroll) e informações sobre a inflação, por exemplo, passarão a ser publicados às 9h30 (de Brasília), e não mais às 10h30.

As decisões do banco central dos EUA também passam a ser anunciadas a partir das 15h (de Brasília), e não mais às 16h. Vale lembrar que, na próxima quarta-feira (16), o Federal Reserve anuncia o próximo rumo da taxa básica de juros do país.

Os preços de fechamento ajustados no mercado de petróleo da Nymex serão divulgados a partir das 15h47 de Brasília, ou uma hora antes do que vinham sendo publicados. 

Compartilhe:

Compartilhe: