Navegue:
Safra terá ETF que replica o Ibovespa negociado na B3 a partir de segunda-feira

Safra terá ETF que replica o Ibovespa negociado na B3 a partir de segunda-feira

Banco Safra Divulgacao
Por:

Compartilhe:

Por:

O ETF (Exchange Traded Fund) do Banco Safra passará a ser negociado na Bolsa de Valores de São Paulo (B3) na próxima segunda-feira, 07, marcando a entrada do banco no segmento de fundos negociados em bolsa.  

O fundo irá replicar a carteira do Índice Bovespa, conhecido como Ibovespa, o principal indicador da B3, sendo o 6º produto atrelado ao indicador e o 28º produto ETF de Renda Fixa listado na bolsa. 

O Safra Ibovespa Fundo de Índice será negociado sob o código SAET11, com uma taxa de administração de 0,25% ao ano, inferior à cobrada pelos dois ETFs de Ibovespa, BOVA11 e BOVV11, de 0,3% a.a. 

“Vale destacar também que o banco Safra pretende colocar no mercado ETFs de outros tipos ainda neste ano”, informou o banco. 

Com o lançamento, o Safra complementa sua grade de investimentos disponíveis, que inclui fundos de gestão ativa como o Safra Galileo, além de produtos estruturados e de renda fixa e seu fundo imobiliário JS Real Estate. 

Afinal, o que são ETFs?  

Os ETFs (Exchange Traded Fund, na sigla em inglês) são conhecidos popularmente como “fundos de índice” aqui no Brasil.  

De uma forma básica, os ETFs funcionam como uma “cestinha” de ações compostas por companhias listadas na bolsa de valores e que representam, antes de tudo, algum índice. 

Na Bolsa de Valores de São Paulo (B3), atualmente encontramos 28 ETFs de Renda Variável 7 de Renda Fixa. 

Para saber mais detalhes sobre os fundos de índice, acesse o TradeMap Web, clique no módulo de Ações e filtre por ETFs. 

Foto: Banco Safra/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhe: