Navegue:
Oi deve vender rede de fibra óptica para o BTG Pactual por R$ 12,9 bilhões

Oi deve vender rede de fibra óptica para o BTG Pactual por R$ 12,9 bilhões

Acordo fará com que BTG Pactual seja responsável por fibra óptica da Oi, com 57,9% da InfraCo

Foto de fachada de loja da Oi, com foco no logo
Por:

Compartilhe:

Por:

A Oi (OIBR3, OIBR4) anunciou nesta segunda-feira, 12, que recebeu do BTG Pactual uma proposta de compra da InfraCo, rede de fibra óptica da empresa de telecomunicações carioca que está em recuperação judicial.

A proposta de compra ficou em R$ 12,9 bilhões. Se não houver mais interessados, o BTG leva a companhia e passará a deter 57,9% do capital social votante da empresa.

A avaliação patrimonial da InfraCo ficou em R$ 20 bilhões, valor mínimo estipulado Oi, com a dívida líquida de R$ 4,107 bilhões inclusa.

A partir de agora, como a Oi está em recuperação judicial, a Sétima Vara Empresarial do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro deve marcar a data do leilão.

No ano passado, a companhia de telecomunicações vendeu sua operação de telefonia móvel para as concorrentes Claro, Vivo e Tim por R$16,5 bilhões, mas o negócio ainda aguarda aval do governo.

A expectativa da empresa é finalizar a venda de todos os ativos, inclusive da InfraCo, até o final deste ano. Dessa forma, a companhia pode encerrar o processo de recuperação judicial e focar na reestruturação das suas atividades. Em 2020, a Oi teve um prejuízo de R$ 10,5 bilhões.

Segundo o comunicado divulgado, a proposta do BTG ainda envolve a incorporação da Globenet, rede de cabos submarinos que também foi comprada da Oi pelo BTG há alguns anos.

Foto: Oi/ Divulgação

Compartilhe: