Navegue:
Hashdex, o 1º ETF de criptomoedas na B3, capta R$ 600 milhões antes de estreia

Hashdex, o 1º ETF de criptomoedas na B3, capta R$ 600 milhões antes de estreia

O produto deve se tornar uma alternativa para pequenos investidores interessados em criptomoedas

criptomoedas unsplash
Por:

Compartilhe:

Por:

O Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice (HASH11), primeiro ETF de criptomoedas do Brasil, já levantou cerca de R$ 600 milhões até na última terça-feira, 20, de acordo com o Valor Investe. Quase 30 mil pessoas físicas reservaram as cotas, além de fundos de investimento.

Com isso, o número é quase três vezes o valor mínimo da oferta de R$ 250 milhões.

“O HSH11 é um fundo de índice listado na B3 que replica o Nasdaq Crypto Index (NCI), índice que busca refletir globalmente o movimento do mercado de criptoativos, oferecendo exposição diversificada, com custódia segura, liquidez e simplicidade para portfólios de todos os tamanhos”, informa a gestora em seu documento.

O produto deve se tornar uma alternativa para pequenos investidores interessados em criptomoedas.

De acordo com o cronograma atualizado da primeira emissão, a operação foi liquidada na última quinta-feira (22) e as negociações do ETF na B3 começam na próxima segunda, dia 26.

HASH11
Fonte: Hashdex

Aprovado em março pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o ETF de cripto foi coordenado por Genial Investimentos, BTG Pactual, Itaú BBA e Banco do Brasil.

Foto: Unsplash

Compartilhe: