Navegue:
Grendene e 3G Radar propõe criação de joint venture

Grendene e 3G Radar propõe criação de joint venture

A nova empresa tem como foco a venda dos calçados Grendene no exterior.

fabrica grendene
Por:

Compartilhe:

Por:

A Grendene (GRND3) e a gestora de recursos 3G Radar avaliam a possibilidade de criar uma terceira empresa (joint venture) para distribuir os produtos da fabricante de calçados no exterior. 

Em fato relevante desta segunda-feira, 05, a Grandene informa que a nova empresa deverá ser controlada e gerida pela 3G Radar. Sendo assim, a gestora deterá 50,1% do capital social, enquanto a Grendene terá os outros 49,9% restantes.

A dona das marcas Melissa, Ipanema e Rider e a 3G Radar se comprometem a investir na joint venture um montante inicial de US$ 100 milhões, na proporção de suas respectivas participações.

A joint venture deverá regular, dentre outras coisas, a exclusividade da distribuição de produtos Grendene em determinados mercados no exterior. Previsão de metas de distribuição e as condições comerciais dos produtos a serem distribuídos também correspondem à nova empresa.

O acordo está sujeito à conclusão das negociações dos documentos definitivos em termos satisfatórios para as partes envolvidas.

No primeiro trimestre de 2021, as exportações da Grendene corresponderam a 23% do volume produzido. Já a receita bruta dos produtos exportados somaram R$ 172 milhões, alta de 61% ante o mesmo período de 2020.

Compartilhe: