Enauta registra queda de 68,7% no lucro do 4º tri

Sua receita do período teve recuo de 53,8% sobre 2019, a R$ 186,9 milhões

Enauta Divulgacao
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Enauta (ENAT3) divulgou seu resultado do quarto trimestre, com lucro líquido de R$ 38,2 milhões, redução de 68,7% em comparação aos R$ 121,8 milhões de 2019.  

Em 2020, teve um lucro líquido de R$ 124 milhões, queda de 32,6% sobre o ano anterior.  

Nos últimos três meses, a receita líquida da empresa mostrou redução de 53,8% ante os R$ 404,4 milhões de 2019, fechando em R$ 186,9 milhões. 

Esta queda é por conta principalmente da diminuição da produção do Campo de Atlanta, que, por 60 dias, foi realizada por meio de um poço e foi interrompida nos outros dias.  

Além disso, a receita do Campo foi afetada pelo recuo do preço da commodity. 

Já no acumulado do ano, sua receita líquida totalizou R$ 945,4 milhões, um recuo de 15% sobre 2019, fruto da queda produtiva do Campo de Manati e dos efeitos da pandemia e da suspensão da produção pela Petrobras na primeira metade do ano. 

lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) foi de R$ 129,5 milhões no trimestre em análise, queda de -50,1% em relação ao ano anterior.    

Entretanto, no ano como um todo, o Ebitda mostrou crescimento de 24,1% sobre 2019, fechando em R$ 787,9 milhões.  

Enquanto isso, a margem Ebitda ajustada do período teve recuo de 5,1 pontos percentuais (p.p), a 69,3%.   

Em 2020, esta margem foi de 83,3%, alta de 26,2 p.p na comparação ano a ano. 

O EBITDAX (medida usada no setor de petróleo e gás que soma o Ebitda às despesas de exploração com poços secos ou subcomerciais) do trimestre somou R$ 137,3 milhões, diminuição de 47% ante mesmo período de 2019. 

Já na comparação anual, o indicador cresceu 20,3%, a R$ 796,2 milhões. 

Capex do trimestre foi de US$ 7,2 milhões, um aumento de 300% quando comparado ao US$ 1,8 milhão de 2019.   

No ano, essa despesa somou US$ 26,6 milhões, recuo de 47,1%. 

Para 2021, a empresa espera um Capex total de US$ 40 milhões. 

Já para 2022, a projeção é de US$ 105 milhões. 

A empresa apresentou R$ 0,2 milhões em despesas operacionais no último trimestre do ano, variação de -101,4% se comparadas aos R$ 12,2 milhões do mesmo período de 2019.  

No ano, suas despesas operacionais totalizaram R$ 147,5 milhões, redução de 1101,8% sobre o ano anterior. 

Sua alavancagem caiu de 2,2x para 1,9x.   

Para saber mais detalhes sobre o resultado da companhia, acesse o TradeMap Web e veja a Lâmina de Empresa da ENAT3. 

Foto: Enauta/Divulgação

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais