Cemig apresenta lucro de R$ 1,3 bilhão no 4º trimestre

A receita operacional líquida do trimestre teve alta de 5,8%, a R$ 6,8 bi

Cemig - foto reprodução do Twitter
Logo Trademap

Por:

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Por:

A Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig (CMIG4) registrou lucro líquido de R$ 1,3 bilhão no quarto trimestre, em comparação com os R$ 563,9 milhões de 2019. 

Sua receita operacional consolidada no período apresentou diminuição de 1% sobre 2019, a R$ 7 bilhões. 

Enquanto isso, a receita operacional líquida trimestral teve alta de 5,8% sobre o ano anterior, atingindo R$ 6,8 bilhões. 

Os custos e despesas operacionais foram de R$ 6,3 bilhões no quarto trimestre, um aumento de 10,1% sobre 2019. 

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado do período em análise atingiu R$ 1,1 bilhão, registrando elevação de 23,6% em comparação a 2019.  

A margem Ebitda ajustada do trimestre foi de 17,3%, aumento de 2,5 pontos percentuais (p.p) ante mesmo período de 2019. 

Para saber mais detalhes sobre o resultado da companhia, acesse o TradeMap Web e veja a Lâmina de Empresa da CMIG4. 

Foto: Cemig/Reprodução/Twitter

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp

Compartilhe:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
Rolar para o topo
Baixe o App Footer Post
Baixe o App Footer Post 0003 Carteira

Carteira consolidada

Baixe o App Footer Post 0002 historico de Dividendos

Histórico de dividendos

Baixe o App Footer Post 0001 Acompanhamento

Acompanhamento em tempo real

Baixe o App Footer Post 0000 IBOV

Comparação com IBOV, CDI, Dólar e mais