Navegue:
Bolsas mundiais abrem mistas, com bitcoin e inflação no radar

Bolsas mundiais abrem mistas, com bitcoin e inflação no radar

Esta segunda-feira reserva a divulgação de diversos indicadores econômicos do mercado brasileiro.

Ibovespa às 12h10
Por:

Compartilhe:

Por:

As bolsas europeias e os futuros americanos têm alta nesta segunda-feira, 24, com investidores atentos à inflação à queda acentuada no mercado de criptomoedas. Na quarta-feira, dia 19, os preços das moedas virtuais chegaram a marcar menos de US$ 30 mil, o menor nível desde o final de janeiro. 

Já as bolsas asiáticas fecharam em alta, mas investidores mantêm cautela em vista dos novos casos de Covid-19 em algumas partes do mundo, assim como as pressões inflacionárias nos Estados Unidos.

Na China, o vice-premiê chinês Liu He e o Conselho de Estado da China declararam na semana passada a necessidade de uma maior regulação sobre a mineração e a comercialização de criptomoedas, com destaque para o Bitcoin, para “evitar a transmissão de riscos individuais para o campo social”. O assunto continua fresco no mercado de capitais. 

Enquanto isso, os preços das commodites caíram forte, pressionados pela China também. O aço, por exemplo, caiu mais de 5% e o minério de ferro vai pelo mesmo caminho.

Na agenda econômica internacional desta segunda temos a reunião especial do Conselho Europeu, que deverá discutir a pandemia, o meio ambiente e as relações entre Reino Unido e União Europeia.

Cenário interno 

No Brasil, os investidores acompanham os debates no campo político e esperam as reuniões no Congresso sobre o Orçamento e a reforma tributária. A semana ainda reserva diversos dados econômicos, como os dois principais indicadores de emprego do país: Caged, relativo a abril, e  Pnad de março.

Por fim, também teremos os números de inflação na terça (25), com o Índice de Preços ao Consumidor Amplo – 15 (IPCA-15), e na sexta (28), com o Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M), ambos de maio.

Hoje, a divulgação é do IPC-S (Índice de Preços ao Consumidor Semanal), do Boletim Focus e da Balança Comercial. Também será divulgada a Sondagem da Indústria da Construção.

Compartilhe: