Navegue:
Athena Saúde pode movimentar R$ 2,5 bi em IPO

Athena Saúde pode movimentar R$ 2,5 bi em IPO

A faixa de preço para a ação foi estabelecida entre R$ 18,35 e R$ 23,12

Hospital Darko Stojanovic por Pixabay
Por:

Compartilhe:

Por:

A Athena Saúde (ATEA3) definiu a faixa indicativa de preço na sua oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês), entre R$ 18,35 e R$ 23,12 por papel. 

Dessa maneira, a operação poderá somar aproximadamente R$ 2,5 bilhõeslevando em conta o ponto médio da faixa, R$ 20,74 e a venda de integral do lote base, de 120.551.640 ativos. 

De acordo com prospecto preliminar enviado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a oferta será primária (com 48.220.656 ações), ou seja, quando os recursos levantados vão para o caixa da companhia, e secundária (com 72.330.884 ações), quando os atuais acionistas vendem parte de suas fatias.     

Ainda existe a possibilidade de a oferta ser acrescida de um lote adicional de até 20% do total de ações inicialmente ofertado, em até 24.110.328 papéis, e um lote suplementar de até 15% do total, em até 18.082.746 ativos 

O início do período de reserva será no dia 2de abril e terminará no dia 1de maio. 

fixação do preço está prevista para acontecer no dia 11 de maio 

estreia das ações no Novo Mercado da B3 deve acontecer dia 13 de maio, negociadas sob o ticker ATEA3. 

A operação é coordenada por Bank of America Merrill Lynch (líder), XP, Itaú BBABradesco BBI, BTG Pactual, Santander e Banco ABC. 

Os recursos provenientes da ação serão utilizados para: 

  • Aquisições com contratos firmados (85%); 
  • Aquisições futuras (15%). 

Sobre a Athena Saúde 

O Grupo Athena foi fundado em 2017 com o objetivo principal de organizar um modelo de saúde suplementar diferenciado no país. 

A companhia possui atuação nos estados do Piauí, MaranhãoRio Grande do Norte, Espírito Santo, Paraná Rio Grande do Sul, regiões que possuem um bom potencial de crescimento e desenvolvimento, além de alta densidade populacional. 

Sua rede é composta por operadoras de planos de saúde, 10 hospitais, 1.104 leitos hospitalares, 30 centros médicos e pronto-atendimentos. 

Desde 31 de dezembro de 2018, o grupo conseguiu aumentar cerca de 4,75 vezes sua carteira de beneficiários, saindo de 141 mil para 671 mil pessoas. 

Foto: Darko Stojanovic /Pixabay

Compartilhe: