Navegue:
1º ETF brasileiro de criptomoedas estreia na B3 nesta segunda-feira

1º ETF brasileiro de criptomoedas estreia na B3 nesta segunda-feira

O ETF Hashdex Nasdaq Crypto Index passou a ser negociado na bolsa brasileira sob o ticker HASH11

bitcoin 2007769 1920
Por:

Compartilhe:

Por:

O primeiro fundo de índice (ETF) brasileiro de criptomoedas, o ETF Hashdex Nasdaq Crypto Index (HASH11) estreou nesta segunda-feira, 26, na Bolsa de Valores de São Paulo (B3). 

O HASH11, o primeiro fundo da gestora Hashdex a ser negociado na B3busca replicar o Nasdaq Crypto Index (NCI), índice criado em conjunto pela Nasdaq e pela Hashdex.

Desse modo, sua carteira é compostpor seis criptoativosBitcoinBitcoin Cash, Ethereum LitecoinStellar e Chainlink. 

Na semana anterior, o ETF foi fixado a R$ 47,02 por cota. Hoje, às 14h40 (horário de Brasília), foi negociado a R$ 54,60, uma valorização de 16,12%. 

ativo está disponível para todos os tipos de investidores, que precisam apenas possuir conta aberta e ativa em uma corretora para negociar as cotas do ativo. 

“O ETF oferece a praticidade de investir em uma carteira diversificada de ativos com apenas uma transação. Ou seja, o investidor não precisa se preocupar em ter que comprar ou vender ativos para replicar os resultados do índice de referência”, avaliou Rogério Santana, diretor de relacionamento com clientes da B3.

Até a última terça-feira, 20as emissões primárias feitas pela gestora, com 12.305.014 cotas, haviam captado R$ 600 milhões.  

Hoje, o valor total levantado pela emissão chegou a R$ 614,25 milhões, cerca de três vezes superior à captação projetada pela Hashdex em seu prospectode R$ 250 milhões. 

Outros ETFs de criptos podem estrear em breve 

Outras gestoras estão se movimentando em direção à disponibilização de investimentos em criptoativos por meio de fundos brasileiros.  

Um deles é o QBTC11criado pela QR Asset Management, que em breve deve estrear na bolsa de valores brasileira. 

Além disso, a XP Investimentos e o BNY Mellon anunciaram no dia 19 de abril a criação do Trend Bitcoin, um ETF multimercado que, ao contrário do HASH11 e do QBTC11, atuará como um fundo de fundos,  comprando participação em outros ativos do tipo. 

Para saber mais detalhes sobre o Hashdex Nasdaq Crypto Index Fundo de Índice, acesse o TradeMap Web e acompanhe a cotação em tempo real do HASH11.

Foto: Pixabay

Compartilhe: