Navegue:
Aneel aprova compra da Gemini pela Energisa (ENGI11) por R$ 1,7 bilhão

Aneel aprova compra da Gemini pela Energisa (ENGI11) por R$ 1,7 bilhão

Concessionárias da Gemini possuem receita anual de R$ 362,9 milhões

Foto de torres de energia elétrica

Foto: Shutterstock

Por:

Compartilhe:

Por:

A Energisa (ENGI11) informou, em fato relevante publicado na noite desta terça-feira (26), que a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou a aquisição da Gemini, que havia sido anunciada em fevereiro, por R$ 1,734 bilhão.

Assim, a Energisa Transmissão se torna controladora das concessionárias de transmissão da Gemini.

A transação, de acordo com a companhia, está alinhada com as estratégias da Energisa de trazer sinergias operacionais com os ativos de transmissão e diversificar as atividades de distribuição de energia elétrica do grupo.

No anúncio da aquisição, a Energisa destacou que a Gemini detém 85,04% e 83,33% de duas concessionários operacionais de transmissão na região Norte, que interligam sistemas de geração importantes a centros de consumo no Pará e no Amapá, e 100% de uma concessionária no Sudeste, que liga os estados de Rio de Janeiro e São Paulo.

Em conjunto, as concessionárias detidas pela Gemini possuem capacidade instalada de transmissão de 6700 MVA. Os ativos possuem receita operacional anual de R$ 362,9 milhões e seus contratos de concessão são válidos até 2038.

As ações da Energisa fecharam o pregão desta terça-feira em alta de 0,69%, a R$ 48,43.

Compartilhe:

Compartilhe: