Navegue:
Previsão de Hapvida (HAPV3) e NotreDame (GNDI3) desagrada mercado e ações caem; entenda

Previsão de Hapvida (HAPV3) e NotreDame (GNDI3) desagrada mercado e ações caem; entenda

Empresas estimaram sinergias menores do que se esperava para empresa que surgirá após combinação de negócios

Foto da fachada de uma clínica da Hapvida

Foto: Divulgação / Hapvida

Por:

Compartilhe:

Por:

A Hapvida (HAPV3) e a NotreDame Intermédica (GNDI3) estimaram que terão aumento nos resultados após combinarem as operações, mas isso acontecerá de forma gradual e o ganho será menor que o estimado por especialistas. A notícia faz as ações das duas companhias caírem nesta segunda-feira e registrarem as maiores perdas dentre os componentes do índice Ibovespa.

As duas empresas informaram ao mercado que a combinação de suas operações, prevista para ser concluída na próxima sexta-feira (11), deve agregar R$ 1,38 bilhão ao resultado anual em termos de ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

Este incremento, no entanto, aconteceria gradualmente. No primeiro ano de operações combinadas, as sinergias somariam R$ 556 milhões aos resultados. No segundo, R$ 968 milhões, e somente no terceiro ano é que o acréscimo de R$ 1,38 bilhão viria na íntegra. A estimativa ficou aquém do que parte do mercado esperava.

A previsão da XP Investimentos foi a que ficou mais perto da divulgada. Os analistas da corretora projetavam sinergias de R$ 498 milhões em 2022, R$ 900 milhões em 2023, R$ 1.195 bilhão em 2024 e R$ 1,372 bilhão em 2025, ano em que haveria aproveitamento total das sinergias. Neste cenário, a estimativa era de R$ 23,5 bilhões em ganhos ao longo de um período de 10 anos.

Outras instituições financeiras, porém, esperavam números mais ambiciosos. O BTG Pactual Digital, por exemplo, esperava R$ 28 bilhões em sinergias no longo prazo, e o Itaú BBA, R$ 26 bilhões.

Outros pontos das estimativas da Hapvida e da NotreDame Intermédica também desagradaram. A maior parte das sinergias, por exemplo, virá das vendas de planos nacionais para aproveitar a estrutura das duas companhias, em vez do corte de despesas.

Além disso, os valores não levam em consideração as despesas para a adoção das medidas necessárias para destravar o aumento no ebitda. Estes custos, segundo as duas companhias, deve ser de R$ 100 milhões a R$ 150 milhões.

Detalhamento das sinergias entre Hapvida e NotreDame Intermédica

gráfico com sinergias HAPV3 e GNDI3
Fonte: Hapvida e Grupo NotreDame Intermédica

Por volta das 12h20 (de Brasília), as ações da Hapvida caíam 6,20%, para R$ 11,66, enquanto as da NotreDame Intermédica recuavam 6,22%, para R$ 66,61.

Compartilhe:

Compartilhe: