Navegue:
Petrobras anuncia aumento dos preços da gasolina em 7% e do diesel em 9% a partir de amanhã

Petrobras anuncia aumento dos preços da gasolina em 7% e do diesel em 9% a partir de amanhã

Litro da gasolina vendido pela empresa às distribuidoras passará de R$ 2,98 para R$ 3,19

Petrobras - Tânia Rêgo/Agência Brasil

Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil

Por:

Compartilhe:

Por:

A Petrobras anunciou nesta segunda-feira, 25, que vai reajustar os preços da gasolina e do diesel em suas refinarias a partir de amanhã, 26.

O litro da gasolina vendido pela empresa às distribuidoras passará de R$ 2,98 para R$ 3,19, o que representa um aumento de R$ 0,21 ou de cerca de 7%.

Em nota, a estatal afirma que a parcela da gasolina vendida nas refinarias no preço final do produto encontrado nos postos chegará a R$ 2,33, com um aumento de R$ 0,15. A variação é menor que os R$ 0,21 de reajuste nas refinarias porque a gasolina tem uma mistura obrigatória de 27% de etanol anidro.

Já o litro do diesel passará a ser vendido por R$ 3,34 nas refinarias da Petrobras, o que representa um aumento de cerca de 9% sobre o preço médio atual, de R$ 3,06.

No caso do diesel, a petroleira calcula que o impacto para o consumidor final seja um aumento de R$ 0,24, porque o diesel vendido nos postos tem uma mistura obrigatória de 12% de biodiesel.

A Petrobras justifica que os reajustes no preço garantem que o mercado “siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento”.

“O alinhamento de preços ao mercado internacional se mostra especialmente relevante no momento que vivenciamos, com a demanda atípica recebida pela Petrobras para o mês de novembro de 2021. Os ajustes refletem também parte da elevação nos patamares internacionais de preços de petróleo, impactados pela oferta limitada frente ao crescimento da demanda mundial, e da taxa de câmbio”, afirma a empresa.

Por volta das 11h50, as ações ordinárias (PETR3) e preferenciais (PETR4) da estatal subiam 4,27% e 4,45%, respectivamente, a R$ 29,09 e R$ 28,39 – e figuravam entre as maiores altas do Ibovespa, que, por sua vez, registrava alta de 1,90%, aos 108 mil pontos.

*Com informações da Agência Brasil

Compartilhe:

Compartilhe: