Navegue:
Ultrapar desiste de comprar refinaria da Petrobras

Ultrapar desiste de comprar refinaria da Petrobras

A distribuidora de combustíveis destacou que, apesar dos esforços pelas empresas, algumas condições críticas definidas na proposta vinculante não se confirmaram no curso das negociações

Ultrapar divulgacao

Foto: Ultrapar/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

A Ultrapar comunicou na manhã desta sexta-feira, 1º, que encerrou as negociações para a compra da Refinaria Alberto Pasquali (Refap) junto à Petrobras. As conversas haviam sido iniciadas no começo do ano.

Em nota enviada à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a companhia de distribuição de combustíveis destacou que, apesar dos esforços pelas empresas, algumas condições críticas definidas na proposta vinculante não se confirmaram no curso das negociações.

“Com isso, a Ultrapar informa que não irá renovar sua proposta vinculante, optando por encerrar as negociações em curso, sem penalidades para nenhuma das partes”, disse.

Vale lembrar que a companhia está em fase de racionalização de seu portfólio, com os desinvestimentos em andamento da Oxiteno, Extrafarma e ConectCar.

“Com um portfólio mais complementar e sinérgico, a Ultrapar reduzirá significativamente sua alavancagem financeira, ampliando sua capacidade de investimento”, afirmou, em nota ao mercado.

Nesse sentido, a distribuidora disse que vai continuar a investir no crescimento da plataforma existente nas verticais de energia e infraestrutura, por meio de Ipiranga, Ultragaz e Ultracargo, bem como com novas oportunidades de negócios alavancados na transição da matriz energética brasileira.

Na quinta-feira, 30, os papéis da companhia (UGPA3) caíram 1,47% na B3, para R$ 14,74. Apesar de acumularem alta de 2,50% em setembro, os ativos caem por volta de 20% no ano.

Oxiteno

A companhia também informou que acionistas posicionados até ontem terão direito de preferência para adquirir as ações da Oxiteno, vendida em agosto para uma empresa tailandesa por US$ 1,3 bilhão.

Os acionistas vão ter cerca de um mês para subscreverem no mínimo 36,5 milhões de ações emitidas e, no máximo, 42,9 milhões – além de 35,1 milhões de papéis alienados, correspondentes a 100% do capital social e votante da Oxiteno.

Compartilhe:

Compartilhe: