Navegue:
Embraer e CommutAir fecham parceria para Programa Pool

Embraer e CommutAir fecham parceria para Programa Pool

O contrato inclui cobertura total de reparação de componentes e peças, bem como acesso a um grande estoque de componentes no centro de distribuição da Embraer em Fort Lauderdale, na Flórida.

Embraer foto divulgacao
Por:

Compartilhe:

Por:

A Embraer informou nesta sexta-feira, 16, que fechou um acordo de longo prazo para o Programa Pool com a CommutAir, operadora da United Express, para apoiar a frota de jatos ERJ 145 da companhia.

O comunicado diz que esse novo contrato inclui cobertura total de reparação de componentes e peças, bem como acesso a um grande estoque de componentes no centro de distribuição da Embraer em Fort Lauderdale, na Flórida.

Atualmente, o Programa Pool atende mais de 50 companhias aéreas em todo o mundo.

“O grande crescimento da frota da CommutAir, juntamente com uma rede de rotas mais ampla, requer uma sofisticada estratégia de componentes para maximizar a confiabilidade da aeronave. Após uma cuidadosa revisão de múltiplos programas, acreditamos que essa nova parceria com a Embraer irá preparar nossas equipes para o sucesso de longo prazo”, afirmou Joel Raymond, Vice-Presidente Executivo e Executivo Chefe de Operações da CommutAir.

Com um total de 168 aeronaves sob arrendamento, a empresa norte-americana possui a maior frota ERJ 145 no mundo, que recentemente se tornou a única parceira regional a operar a aeronave para a United Airlines.

Sob este acordo, a CommutAir e a United consolidarão seu inventário de peças de reposição do ERJ 145 com o Programa Pool da Embraer para melhorar os níveis de estoque e confiabilidade.

Em abril deste ano, a americana havia selecionado a Embraer Aircraft Maintenance Services (EAMS) em Macon, na Geórgia (EUA), como um de seus principais fornecedores de manutenção pesada para a frota de jatos ERJ 145. O contrato inclui serviços de manutenção de fuselagem, modificações e reparação.

O Programa Pool da Embraer permite aos operadores minimizar investimentos em recursos e estoques de alto custo, tendo acesso à expertise técnica da fabricante brasileira e sua ampla rede de prestadores de serviços para reparo de componentes.

Foto: Embraer/Divulgação

Compartilhe: