Navegue:
Dexco, ex-Duratex, prevê impacto de R$ 659 milhões com exclusão de ICMS

Dexco, ex-Duratex, prevê impacto de R$ 659 milhões com exclusão de ICMS

A partir de 19 de agosto, seu código de negociação na B3 será alterado para DXCO3

Duratex foto divulgação
Por:

Compartilhe:

Por:

A Dexco, antiga Duratex, anunciou que o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu sobre exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS/Cofins. Com isso, a fabricante de louças e metais estima um impacto positivo de R$ 659,3 milhões em seu balanço já no segundo trimestre.

A companhia ressalta que é importante mencionar que ainda não houve trânsito em julgado das medidas judiciais da Duratex e que essas ações abrangem o período de 2001 a 2018, tendo sido reconhecido contabilmente o período da documentação eletrônica (2010 a 2018).

Em conjunto com consultores, a Dexco está trabalhando no levantamento e na análise da documentação para apuração dos valores adicionais.

Vale mencionar que em julho, a Duratex comunicou a mudança de nome para Dexco. A partir de 19 de agosto, seu código de negociação na B3 será alterado para DXCO3.

Foto: Divulgação

Compartilhe:

Compartilhe: