Navegue:
Aumento da vacinação no Brasil e perspectiva de retomada da economia animam o setor aéreo

Aumento da vacinação no Brasil e perspectiva de retomada da economia animam o setor aéreo

A Gol divulgou suas expectativas para o segundo trimestre de 2021, enquanto a Azul, os dados preliminares de junho

Gol Foto divulgação
Por:

Compartilhe:

Por:

A Gol divulgou nesta segunda-feira, 12, atualização de suas expectativas para o segundo trimestre de 2021.

A receita unitária de passageiro (PRASK) ficou menor em aproximadamente 17%, quando comparada ao mesmo período do ano passado.

Segundo o documento, a companhia aérea espera uma receita unitária (RASK) 33% inferior em relação ao segundo trimestre de 2020.

As vendas diárias encerraram o trimestre em torno de R$ 21 milhões, representando aumento de 200% em relação ao final do 1º trimestre deste ano. Enquanto a taxa de ocupação da GOL, em 85%, continua eficientemente, casando a oferta com a demanda.

Os custos unitários ex-combustíveis do trimestre, excluindo despesas não operacionais e não recorrentes, deverão reduzir aproximadamente 55% na base anual, principalmente devido ao número de ASKs quatro vezes maior e a apreciação de 1% do real.

Em sua perspectiva, a Gol estima prejuízo por ação (LPA) e prejuízo por ação depositária americana (LPADS) de aproximadamente R$ 3,25 e US$ 1,23, respectivamente.

A margem Ebitda no segundo trimestre, excluindo despesas não operacionais e não recorrentes, ficou entre 16% e 18%, redução em relação à margem do trimestre findo em junho de 2020 (28%).

A liquidez total ao final de junho deste ano foi de R$ 1,7 bilhão, composta por R$ 1 bilhão em caixa e aplicações financeiras e R$ 700 milhões em recebíveis. De acordo com a companhia, os patamares de liquidez estão consistentes, ao longo da pandemia.

A Gol ainda destacou que planeja aumentar sua capacidade no terceiro trimestre em aproximadamente 80% comparativamente ao segundo trimestre, antecipando uma demanda sazonal mais forte.

Azul

Já a Azul divulgou os dados preliminares de junho, apresentando elevação no tráfego doméstico de passageiros, medido pelo RPK, com alta de 280,4% em relação a junho de 2020. O tráfego doméstico avançou 328,2% em junho, enquanto o tráfego internacional cresceu 21,2%.

A companhia destaca que recuperou 96,6% dos níveis de 2019, enquanto a capacidade doméstica (ASKs) recuperou 101%, resultando em uma taxa de ocupação de 79%.

Segundo a companhia, o avanço na vacinação no Brasil já vem refletindo em boas perspectivas para a retomada econômica e o retorno da demanda doméstica por voos, estando em níveis de 2019.

A Azul ainda ressalta que está reconstruindo a malha e que já vem voando para 120 destinos.

Foto: Divulgação

Compartilhe: