Navegue:
Conselho da Braskem autoriza o cancelamento da alienação das ações mantidas em tesouraria

Conselho da Braskem autoriza o cancelamento da alienação das ações mantidas em tesouraria

reversão do prejuízo acumulado registrado no exercício de 2020 permitiu o cancelamento da alienação dos ativos

Braskem/Divulgação

Foto: Braskem/Divulgação

Por:

Compartilhe:

Por:

A Braskem divulgou nesta quarta-feira, 01, que seu conselho de administração autorizou o cancelamento da alienação em bolsa da totalidade das ações da companhia mantidas em tesouraria.

Ontem, o número de ações em tesouraria da companhia era superior a 902 mil papéis preferenciais Classe A de sua própria emissão.

No fato relevante, a empresa informa que as medidas necessárias à operacionalização da alienação das ações estavam em andamento.

Ainda assim, devido à reversão do prejuízo acumulado registrado no exercício de 2020 com lucro líquido de R$ 7,4 bilhões no segundo trimestre de 2021, o cancelamento da alienação dos ativos foi autorizado.

A alienação da totalidade dos seus papéis foi autorizada em 14 de maio deste ano. Na época, a Braskem ressaltou sua obrigação de alienar ou cancelar ações mantidas em tesouraria sempre que constatar que o saldo de recursos disponíveis foi excedido.

Compartilhe:

Compartilhe: