Fotos dos Colunistas Luiz Mind 2

Por Luiz Henrique Pedro

Colunista de ações da Agência TradeMap

Educador financeiro e sócio fundador de três startups. Publica conteúdo sobre finanças em seu Instagram.

Está sem saber o que fazer com os seus investimentos nesta turbulência? Siga os seus princípios

Imagem de executivo, investidor, sobre terreno em brasa, olhando à frente

Compartilhe:

Quando as pessoas começam a investir, uma das principais dificuldades é tomar as melhores decisões, se proteger dos vieses dos diversos segmentos do mercado financeiro. O segredo para que tudo ocorra bem, ou pelo menos deixe o investidor mais tranquilo em relação ao que decidiu, tem a ver com os princípios seguidos para a escolha final.

São eles que vão dar a você, investidor, um grau de estabilidade em cada passo no mundo dos investimentos. Neste artigo, apresento os princípios para investir melhor.

Mas antes de falar dos princípios mais importantes para a realização de investimentos, precisamos entender o que de fato eles são. Podemos considerá-los basicamente como leis estabelecidas por nós mesmos de acordo com as nossas experiências e o meio onde vamos aplicá-los.

É preciso entender então o meio onde você realizará os seus investimentos. E costuma-se dizer que os princípios são como uma lente pela qual enxergamos mais. 

Exemplos

Na hora de investir, você irá se deparar várias vezes com histórias de grandes investidores que obtiveram grandes resultados se baseando nos seus próprios princípios.

Algumas das frases nos remetem ao que eles têm como lei ou regras na sua jornada. Podemos começar com uma clássica de Warren Buffett. “Regra número um: nunca perca dinheiro. Regra número dois: nunca se esqueça da regra número um”. Este é o princípio que ele prega.

Temos também a frase de Howard Marks: “Quanto mais baixo fica o preço, mais compramos”.

Ambos os grandes  investidores citados possuem uma maneira de enxergar o mercado, o modo de tentar extrair o melhor dele e, assim, conseguirem obter lucros com seus investimentos. 

A base

Cada pessoa pode ter seus próprios princípios baseados em aspectos que considera serem imprescindíveis. No caso dos investidores iniciantes e que ainda não definiram muito bem quais princípios seguir para tomar suas decisões, separamos três dos mais importantes. Você pode se basear neles para começar a formar os seus próprios princípios. 

 Se pagar primeiro

Este é um princípio milenar sobre o qual já tratamos em outro artigo, o dos princípios babilônicos. Desta vez, porém, vamos vê-lo de uma forma mais atual.

Leia mais:
O que princípios babilônicos podem ensinar sobre investimentos?

Você já parou para pensar que seu “eu” do futuro depende do que você fizer hoje. Se não investe agora, no futuro provavelmente não terá uma vida mais confortável e livre.

O hábito de se investir todos os meses para “se pagar” é o que vai fazer aumentar sua rentabilidade no longo prazo.

Jamais “seguir a manada”

Uma frase que já deve ter ouvido dos seus pais é a seguinte: “você não é todo mundo”. Essas palavras são muito mais sábias do que imagina. Nelas se esconde não só um ensinamento valioso, mas também um princípio importantíssimo nos investimentos.

Você precisa sempre estar atento para que não comprar um ativo só porque “está na moda”. Deve fazer isso depois analisar se faz sentido e se realmente é um bom investimento para você dentro do que possui de objetivos e principalmente, se o conhece. 

Humildade sempre

Saber ser humilde é um dos princípios mais difíceis de serem aplicados.. Isso ocorre porque, quando o investidor está conseguindo adquirir bons ganhos, seja por uma estratégia bem alinhada ou pelo mercado estar em alta, o ego pode ser uma grande armadilha.

Neste ponto, o investidor pode menosprezar o ensinamento de pessoas mais experientes e com mais histórico de ganhos. Por causa disso, acaba correndo maior risco de perder dinheiro.

A maior perda, porém, é a da capacidade de se ver como um aprendiz como os mais experientes o fazem mesmo depois de obter ganho por tanto tempo.

Ressalto, portanto, este princípio como o mais importante para o investidor iniciante: seja humilde e aprenda sempre. 

Indicação

Como falamos em princípios ao longo deste artigo, a recomendação de hoje é o melhor livro sobre esse tema, do autor investidor e gestor de fundos hedge Ray Dalio: “Princípios”. Na publicação, Dalio aborda os princípios que são mais importantes para ele e que fizeram grande diferença na sua jornada profissional.

 

*As opiniões, informações e eventuais recomendações que constem dos artigos publicados pela Agência TradeMap são de inteira responsabilidade de cada um dos articulistas. Os textos não refletem necessariamente as posições do TradeMap ou de seus controladores.

Compartilhe:

Compartilhe: