Lucro da Gerdau dispara 175% no terceiro trimestre

As vendas de aço no 3º trimestre apresentaram alta frente há um ano, com destaque para o mercado interno da ON Brasil

Gerdau, foto de Lucas Lacaz Ruiz - Futura Press

A Gerdau apresentou números melhores neste terceiro trimestre, com aumento na produção de aço bruto em relação ao trimestre passado e no comparativo anual. Isso se deve à retomada das atividades nos diferentes países de atuação.

O lucro líquido consolidado da empresa foi de R$ 795 milhões, um salto de 175% frente aos meses de julho a setembro do ano anterior. Segundo a Gerdau, o resultado se deve por maiores volumes vendidos.

As vendas de aço no 3º trimestre apresentaram alta frente há um ano, com destaque para o mercado interno da ON Brasil (Operação de Negócio Brasil) – consequência da retomada do setor de construção civil.

Enquanto isso, a receita líquida da Gerdau reportou expansão de 23% em comparação ao terceiro trimestre de 2019, para R$ 12,2 bilhões. O resultado veio maior que o consenso de mercado, que projetava um faturamento de R$ 7,9 bilhões.

Vale destacar que a receita líquida foi influenciada pelo maior volume de vendas e pela depreciação do real nos últimos 12 meses.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) e a margem Ebitda do 3T20 registraram aumento no comparativo anual, principalmente pelos maiores volumes vendidos no mercado interno e os melhores resultados na ON América do Sul (Operação de Negócio América do Sul).

No comparativo com o consenso de mercado, o crescimento foi mais vertiginoso. No terceiro trimestre, o Ebitda da companhia ficou em R$ 2,2 bilhões, enquanto o mercado projetava a marca de R$ 914 milhões. Com isso, o resultado final veio bem maior que o reportado no 3T19 e por analistas.

Outros fatores positivos no resultado da Gerdau foi seu caixa positivo e a redução de sua alavancagem.

Captura de Tela 2020 10 28 às 17.02.37
Fonte: TradeMap Web

Segundo o presidente da companhia, Gustavo Werneck, o consumo aparente de aços longos deve crescer de 6% a 8% no próximo ano. O setor da construção civil, reformas e as maiores encomendas para obras de infraestrutura serão os catalizadores.

Outro ponto interessante foi o fato de comentar que os preços do aço no Brasil ainda estão defasados em relação aos níveis do ano passado e aos praticados no mercado internacional, abrindo um espaço para possíveis novas elevação de preço.

Além do resultado, a Gerdau ainda informou que seu conselho de administração aprovou a distribuição de dividendos no valor de R$ 0,12 por ação. A proposta para o pagamento será em 18 de novembro com as ficando ex-dividendos no dia 9 de novembro. 

 

Para saber mais detalhes sobre a companhia, acesse o TradeMap Web e veja a Lâmina de Empresa da GGBR3.

Foto: Lucas Lacaz Ruiz/Futura Press

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no whatsapp